Sonhos de mamã

É Educadora Social de profissão e artesã nas horas vagas. Marina Pinto é mãe de duas meninas e é também doente com Lúpus Sistémico Eritematoso. Tinha 30 anos quando lhe foi diagnosticada a doença e recorda meses complicados entre a faculdade – decidiu que queira tirar o curso de Educação Social – exames médicos e uma terapêutica “forte”.

Após a conclusão do curso passou pelo desemprego e como sempre gostou de artesanato pensou em dedicar-se a esta arte e rentabilizar o seu tempo. A escolha recaiu sobre as fadinhas em lã merino e deu a conhecer o seu trabalho nas redes sociais, participação em feiras, mercados e exposições e teve ainda tempo de antena no Porto Canal com uma entrevista sobre o seu trabalho. Depressa o interesse se alastrou e a procura determinou um aumento na produção destas fadinhas. Para além disso, tem ainda a oportunidade de ensinar o que tanto gosta de fazer com a realização de workshops.

Na última exposição foi dada a Marina Pinto a oportunidade de criar fadas inspiradas na sua vida e, claro, teve que dedicar uma fadinha à sua doença, ao Lúpus. Pois é, a fadinha da sondagem que lançámos é a fadinha do Lúpus da Marina. Mulher de causas, sempre teve a convicção que iria fazer alguma coisa pela doença e pensou em juntar-se à Associação de Doentes com Lúpus. Lançou-nos o repto e não podíamos dizer que não, pois a intenção é a melhor. É simples: a fadinha da Marina tem um custo de 8€ (+2€ de portes de envio) e, deste valor, 2€ a Marina decidiu doar à Associação. Nós agradecemos e, independentemente da ajuda que recebemos, queremos desejar a maior das sortes à Marina. Por esta fadinha e por todas as suas outras fadinhas que são lindas e merecem a atenção de todos nós.

O material utilizado é lã merino (lã de carneiro), uma lã antibacteriana e extremamente macia. Os pormenores utilizados têm uma intenção específica. Por exemplo, a cor lilás está associada ao Lúpus; no cabelo ela tem uma tiara de guerreira tal como todos os doentes com Lúpus são; nas mãos traz uma borboleta verde, uma borboleta que devido às manchas em forma de borboleta também está associada a esta doença. A cor verde escolhida é a da esperança. O resultado final é uma fadinha delicada, tal como o Lúpus. Conheçam mais da Marina e do seu trabalho, encomendem a fadinha do Lúpus da Marina e Ajude-nos a Ajudar! www.facebook.com/sonhosmama

2 Responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *